• Marcelo Zabaleta

Direitos de Consumidor

O Brasil se acostumou a ser um país de jovens e, por esse motivo, toda sua estrutura era direcionada a essa clientela. No entanto, observa-se uma acelerada transformação nas faixas etárias.

Atualmente, o país torna-se cada vez mais grisalho. Sabe-se que em breve seremos 32 milhões de brasileiros acima de 60 anos, representando 25 % da população.

Esse elevado número de idosos, ao dar-se conta do seu poder de reivindicação, como uma massa de consumidores, não poderá mais ser desprezada pela economia. O supermercado, a farmácia, a agência de viagens, ou qualquer outro ramo de atividade que ignorar o idoso estará fadado a perder significativa fatia de renda. Torna-se necessária uma estrutura que consiga suprir suas necessidades afetivas e materiais. E chegada a hora de colher os frutos, mas para isso é preciso que você faça a sua parte: vá à luta, imponha seus gostos e suas vontades. Faça valer seus direitos de consumidor!

Posts recentes

Ver tudo

Aposentadoria

Aposentei -me recentemente e ainda sinto-me assustada com tanto tempo disponível. Que fazer? É muito importante que você mantenha compromissos consigo mesma. Assuma responsabilidades. Conserve ativid

Médico de Família

O crescimento vertiginoso das informações técnicas gerou na ciência médica a necessidade da criação de especialidades. Em certas áreas, surgiram super especialistas, e o ser humano passou a ser dividi

Psicoterapia

É bastante usual as pessoas acreditarem que ansiedade, depressão e infelicidade sejam próprias do envelhecimento, e que, para isso, não haja tratamento. Ademais, se o idoso está com uma cor boa, o cor

Construído em 2019 por Leandro Machado e Marcelo Zabaleta